Efeitos dos bloqueadores de canais de cloreto ativados pelo cálcio em músculo liso vascular e não vascular.

 

 

Orientando: Santos, Geam Carles Mendes1

Orientador: Criddle, David Neil2, PhD.

 

 

1. Bolsista PIBIC/CNPq/UECE.

2. Professor Departamento Ciências Fisiológicas CCS/UECE. Bolsista FUNCAP/UECE.

 

 

            Vários estudos têm mostrado uma grande distribuição de canais de cloreto ativados pelo cálcio (CCC) em células do músculo liso. O gatilho para ativação de CCC é a liberação espontânea de cálcio periodicamente do retículo sarcoplasmático. Além disso, substâncias vasoativas que induzem a liberação de cálcio intracelular podem ativar esses CCC. Os agonistas induzem a contração do músculo liso vascular que está associada com a despolarização que leva a uma abertura dos CCC. O objetivo desse estudo é avaliar os efeitos dos bloqueadores de CCC nas respostas contráteis induzidas pelos agonistas e mudanças elétricas associadas. Esta pesquisa utilizará do estudo dos músculos lisos vasculares isolados conferindo-lhes uma preservação em solução nutritiva, oxigenada e mantida a 37o C. Nos ensaios serão analisados segmentos de músculo liso como aorta, veia porta, traquéia, íleo e útero. Serão utilizados cobaias machos (ou fêmeas para preparação de útero isolado) com o peso variando entre 250 e 450 gramas. Os animais serão mantidos em jejum durante 12 horas antes de ensaio e sacrificados por degolamento cervical. Todos os tecidos serão mantidos em solução de Tyrode, a 4o C até o momento de sua utilização.