A coesão referencial anafórica como elemento de compreensão textual.

 

 

Orientandos: Castro, Daniel Hortêncio de1; Nunes, Silmara Sousa1; Oliveira, Anne Cibele Gomes1; Freire, Sabrina Coelho1;

 Orientadora: Almeida, Nukácia Meyre de Araújo2, MS

 

 

1. Aluno Letras CH/UECE.

2. Professora Departamento Língua Portuguesa CH/UECE.

 

 

            Para cumprir seu fim comunicativo com sucesso, um texto precisa ter uma boa unidade estrutural, alcançada através dos elementos de coesão. Tomando como objeto de estudo um desses elementos, a forma referencial anafórica, esse trabalho tem como escopo verificar se as crianças do ensino fundamental são capazes de identificar as relações mantidas entre os referentes textuais e os pronomes anafóricos oblíquos e demonstrativos que os representam. Em seguida, será analisado se a não compreensão dessas relações compromete a interpretação de textos. A verificação será feita a partir da aplicação de testes de leitura em crianças de  2ª e 4ª séries de uma escola de 1o grau de Fortaleza, através dos quais se analisará a compreensão da função dos pronomes mencionados. A pesquisa é fundamentada nos pressupostos teóricos da Lingüística Textual e da Psicolingüística.